sintomas da menopausa precoce

Quais Os Sintomas da Menopausa Precoce e Como Esses Sintomas Afetam a Vida das Mulheres

Quando a menopausa ocorre antes dos 40 anos é chamada de menopausa precoce. Uma causa médica da menopausa precoce é a insuficiência ovariana prematura. Em outras palavras, significa que os ovários não produzem uma quantidade suficiente do hormônio estrogênio nem liberam óvulos com regularidade.

Outras causas da menopausa prematura incluem danos aos ovários por quimioterapia e/ou tratamentos de radiação, ou a remoção cirúrgica dos ovários.
Os sintomas da menopausa precoce incluem alterações do humor, secura vaginal, alterações cognitivas, irritabilidade, diminuição do desejo sexual e distúrbios do sono. Os sintomas são os mesmos que os da menopausa, que ocorre mais tarde na vida de todas as mulheres.

A terapia hormonal e outros tratamentos estão disponíveis para ajudar a aliviar os sintomas da menopausa prematura.
As complicações da menopausa prematura incluem infertilidade e aumento do risco de osteoporose.

O que é a Menopausa?

A menopausa é o momento na vida de uma mulher onde acabam os períodos menstruais. É definida clinicamente como a ausência de períodos menstruais durante 12 meses consecutivos. A idade média para uma menopausa natural é de 51 anos. Às vezes, a menopausa ocorre antes, devido a doenças, fatores genéticos ou cirurgia. Há também uma grande variação entre as mulheres no que se refere ao momento da menopausa normal.

O que Causa a Menopausa Precoce?

Como falando anteriormente, considera-se que a menopausa antes dos 40 anos é prematura ou precoce. Uma das causas médicas da menopausa prematura é conhecido como insuficiência ovariana prematura. Tecnicamente, insuficiência ovariana prematura não é o mesmo que a menopausa prematura.

A insuficiência ovariana prematura, os ovários deixam de funcionar normalmente após os 40 anos. As mulheres com insuficiência ovariana prematura ainda podem ter ocasionalmente períodos menstruais, mas normalmente tem infertilidade.

A menopausa prematura também pode ser causada por tratamentos para o câncer ou outras condições que envolvam a quimioterapia e/ou radioterapia pélvica. Estes tratamentos podem danificar os ovários e provocar uma insuficiência ovariana.

A cirurgia para retirada dos ovários, seja para condições benignas ou malignas, apresenta como resultado uma menopausa prematura. A cirurgia para remover o útero tem como resultado a menopausa, apenas no sentido de que não ocorre o sangramento menstrual. Nesse caso, os ovários continuam produzindo hormônios.

Outras causas pouco comuns, que podem conduzir a uma menopausa precoce incluem drogas, doenças crônicas, tumores do crescimento, transtornos psiquiátricos e outras condições relativamente raras ou indefinidas.

sintomas da menopausa prematura

Fatores de Risco para a Menopausa Precoce

A insuficiência ovariana prematura afeta aproximadamente 1 em cada 1000 mulheres de 15 a 29 anos e a cerca de 1 de cada 100 mulheres de 30 a 39 anos. Pode estar relacionada diretamente com fatores genéticos (hereditários), com as doenças auto-imunes, doenças da tireóide, infecções virais, distúrbios hormonais e distúrbios alimentares.

As mulheres com risco de menopausa precoce são aquelas que se submetem a tratamento por câncer ou outras condições que exigem a remoção cirúrgica dos órgãos femininos.

Sinais e Sintomas da Menopausa Precoce

Os sintomas da menopausa precoce são os da menopausa típica. Podem incluir:

  • Mudanças de humor
  • Secura vaginal
  • Alterações na cognição e a memória
  • Irritabilidade
  • Diminuição do desejo sexual
  • Perturbações do sono
  • Aumento de peso
  • Suores noturnos
  • Desconforto e dor vaginal durante a relação sexual

Os períodos irregulares costumam preceder a menopausa e podem começar anos antes.

Como a Menopausa Precoce é Diagnosticada?

Não é preciso testes especiais para determinar a ausência de períodos menstruais, mas, as vezes, as mulheres começam a ter sintomas de menopausa e períodos irregulares. Nesse momento, é possível fazer testes para verificar o funcionamento dos ovários (função ovariana).

Por exemplo, você pode fazer testes para descartar a gravidez ou outras causas da ausência da menstruação, como certas doenças da tireóide. O nível do hormônio folículo estimulante (FSH) pode ser medido para determinar se uma mulher está se aproximando da menopausa e para determinar o estado funcional de seus ovários.

A FSH estimula os ovários, para que produzam estrogênio, por isso que os níveis desse hormônio aumentam quando os níveis de estrogênio diminuem. Os níveis de FSH que são superiores a 40 mIU/ml são considerados um diagnóstico da menopausa. Os níveis de hormônios ovarianos, como o estradiol, também pode ser medido, já que os níveis baixos (níveis inferiores a 32 pg/ml) são indicativos da menopausa.

sintomas da menopausa precoce

Tratamentos para Aliviar os Sinais e Sintomas da Menopausa Precoce

Não existe nenhum tratamento que possa reverter ou prevenir a menopausa prematura. No entanto, as mulheres que atingiram a menopausa tem diversas opções de tratamento que podem ajudar a controlar os sintomas desagradáveis da menopausa.

Os Tipos de Tratamentos para o Alívio dos Sintomas incluem:

Reposição hormonal: Existem muitas formas de fazer a reposição hormonal. Alguns métodos usam a combinação dos hormônios estrogênio e progesterona, enquanto outros usam somente o estrogênio. A reposição pode ser feita de diferentes maneiras, através de comprimidos, géis e adesivos aplicados à pele.  Porém as desvantagens desse tipo de tratamento são os efeitos colaterais, podendo até mesmo causar câncer.

As pílulas anticoncepcionais orais são uma forma de terapia hormonal que às vezes é usado para ajudar a aliviar os sintomas da menopausa.

Medicamentos antidepressivos: inibidores seletivos de recaptação de serotonina (ISRS) e os medicamentos relacionados, demonstraram ser eficazes para controlar os sintomas das ondas de calor em até 60% das mulheres.

Os géis, cremes e lubrificantes vaginais não-hormonais podem ajudar a prevenir os sintomas de secura vaginal.

Tecnologias de reprodução assistida: em casos específicos, pode-se alcançar a gravidez usando óvulos de doadores em mulheres com menopausa prematura.

Existe algum tratamento Natural Para Os Sintomas da Menopausa?

Sim existe. O mais eficaz tratamento Natural para os Sintomas da Menopausa é o consumo de Amora. As propriedades presentes na Amora são antioxidantes, que fortalecem o sistema imunológico e previnem o envelhecimento precoce.

A Amora é encontrada facilmente para o consumo, mas em forma de cápsulas ela é muito mais eficaz, pois está na forma concentrada. Isso potencializa os benefícios e facilita o consumo. Existem inúmeras marcas no mercado de Cápsula de Amora, no entanto nem todas apresentam os mesmos resultados.

Estudos comprovaram que a Amora Care é a que apresentou melhores resultado. É 100% Natural e aprovada pela ANVISA. Além disso possui um alto valor nutritivo, vitaminas e minerais essencial para o organismo. Para adquirir e saber mais benefícios da Amora Care acesse o Site Oficial clicando no botão abaixo.

Quais são as Complicações da Menopausa Prematura?

As mulheres com menopausa prematura enfrentam a infertilidade se desejam uma gravidez. Isso pode ser acompanhado de sentimentos de angústia emocional e depressão.

Também há um maior risco de osteoporose em mulheres com baixos níveis de estrogênio. As mulheres com menopausa prematura têm a produção de estrogênio diminuída por maios tempo, e isso, por sua vez, aumenta o seu risco de baixa densidade óssea. Este risco pode ser compensado se fizer o uso de suplementos de cálcio e vitamina D, consumindo muito cálcio na dieta e fazendo exercícios com pesos.

Qual é a Perspectiva para uma Mulher na Menopausa Precoce?

O prognóstico para as mulheres com menopausa precoce está relacionada com as circunstâncias e a causa da condição. Se a menopausa prematura ocorre devido a cirurgias ou a tratamentos contra o câncer, o prognóstico está relacionado com as razões relacionadas a estes tratamentos.

As mulheres com insuficiência ovariana prematura por causas não definidas podem ter um maior risco de osteoporose, como mencionado anteriormente. Estas mulheres também podem ser mais suscetíveis de sofrer de doenças cardiovasculares em fases posteriores da vida, embora esse risco não tenha sido comprovado em 100% dos casos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui